Avisos

LINHAS DIRETAS

Apoio ao Cliente

212 726 001
Dias Úteis (9H00-16H30)
 
Comunicação de Leituras
212 726 101
24 Horas
Roturas na Via Pública
800 205 712
24 Horas
Piquete
212 726 161
24 Horas
« Voltar

Os SMAS de Almada recomendam boas práticas de saneamento

 
As infraestruturas do saneamento estão construídas para recolher e tratar águas residuais domésticas e pluviais.
No entanto, aos coletores de drenagem, estações elevatórias (EE) e estações de tratamento de águas residuais (ETAR) chegam diariamente lixos e resíduos vários indevidamente despejados nas canalizações domésticas. Estes lixos e resíduos põem em causa o eficaz funcionamento destas infraestruturas e originam desgaste precoce dos equipamentos e muitas dificuldades às operações de manutenção e limpeza, além de encargos elevados na reparação das avarias e poluição do meio ambiente.
 
 
O que não deve colocar nas sanitas e ralos, nos sumidouros e valas pluviais:
 
• Toalhetes/toalhitas, cotonetes, algodão, pensos, fraldas e outros produtos de higiene
• Restos de comida e gorduras
• Cabelos
• Medicamentos
• Óleos
• Trapos, resíduos oficinais e de construção, lixos diversos
 
 
Consequências de práticas incorretas nas canalizações de casa e edifícios e nos coletores da rede pública:
 
• desperdícios de água potável com descargas
• maus odores
• infestações/pragas
• entupimentos
• avarias nas máquinas e equipamentos
• encargos acrescidos com desentupimentos, reparações ou substituição de canalizações, condutas, máquinas e equipamentos
• risco de poluição e contaminação do rio
 
 
O que fazer?
 
• lixo - coloque no lixo
• recicláveis (papel, plástico, vidro) - coloque nos Ecopontos
• óleos nos Oleões
 
 
Os esgotos domésticos destinam-se apenas a águas sujas de cozinha e lavagens, da higiene e necessidades fisiológicas sanitárias.
 
Lembre-se! Bom saneamento é qualidade de vida; é saúde pública, é território limpo e praias de qualidade para desfrutar, melhor meio ambiente e menos encargos.
 
Colabore, para que todos possamos continuar a desfrutar.
 
 
lixo na sanita nao