Avisos

LINHAS DIRETAS

Apoio ao Cliente
212 726 001
Dias Úteis (8H30-17H30)
Comunicação de Leituras
212 726 101
24 Horas
Roturas na Via Pública
800 205 712
24 Horas
Piquete
212 726 161
24 Horas

Glossário

Abastecimento Particular

Sistema de abastecimento de água que funciona sob responsabilidade particular (in, Decreto-Lei n.º 236/98, de 1 de Agosto, artigo 3º).


Açougue

Lugar público em que havia talho ou talhos para venda de carnes.


Água para rega

Água superficial ou subterrânea ou água residual, que vise satisfazer ou complementar as necessidades hídricas das culturas agrícolas ou florestais.


Água

Líquido incolor e transparente em camada fina, mas tomando uma coloração verde-azulada em maior espessura, inodoro, sem sabor a água apresenta diversas particularidades nas suas propriedades físicas. Tem nomeadamente um máximo de massa específica a 4ºC; esta é então de 1g/cm3 sensivelmente.

O seu calor específico, particularmente elevado, passa por um mínimo aproximadamente a cerca de 35ºC. A água dissolve um grande número de substâncias sólidas, líquidas ou gasosas. É um bom solvente dos eletrólitos e um mau solvente dos compostos não polares (hidrocarbonetos). A água toma facilmente os dois outros estados físicos; por definição da escala termométrica Celsius, congela a 0ºC e entra em ebulição a 100ºC à pressão atmosférica normal. O vapor de água é um gás incolor, de densidade 5/8 em relação ao ar. A água sólida, ou gelo, é formada por cristais hexagonais; propriedade excecional, a água aumenta de volume quando congela, e o gelo tem densidade 0,92.

A água é um composto estável: o seu vapor só se começa a dissociar a cerca de 1300ºC. Só pode ser decomposta por substâncias ávidas de um ou outros dos seus elementos. O flúor, o cloro ou o bromo podem fixar o hidrogénio e libertar o oxigénio. Ao contrário, o fósforo, o carbono, o silício ligam-se ao oxigénio e libertam o hidrogénio.


Aguada

Local em que se podia receber água potável.


Águas balneares

As águas doces lóticas e lênticas, comummente designadas de correntes e paradas, assim como a água do mar e as águas estuarinas, que se encontrem classificadas como águas balneares ou, não estando classificadas, onde o banho não esteja interdito e seja habitualmente praticado por um número considerável de banhistas (aproximadamente 100/dia, durante a época balnear).


Águas para consumo humano

Águas doces superficiais à produção de água para consumo humano; águas subterrâneas destinadas à produção de água para consumo humano; águas de abastecimento para consumo humano.


Águas para suporte da vida aquícola

Águas doces superficiais para fins aquícolas - águas piscícolas; águas do litoral e salobras para fins aquícolas - águas conquícolas; águas do litoral e salobras para fins aquícolas - águas piscícolas;


Ambiente

Envolvente global do homem e das comunidades humanas, num determinado momento da sua existência, o qual, embora uno, pode-se considerar dividido, por conveniência de análise, em duas partes:

  • ambiente biofísico - conjunto de fatores biológicos, físicos e químicos do ambiente; 
  • ambiente psicossocial - conjunto de fatores psicológicos, culturais, sociais e económicos do ambiente.


Aquacultura

Criação tecnicamente controlada de plantas ou animais úteis, para o que é necessária a preparação e manutenção de massas de água doce, salina ou salobra, constituídas total ou parcialmente por águas residuais, em zonas naturais ou artificiais, em condições adequadas ao desenvolvimento de ecossistemas aquáticos.


Arrátel

Antiga unidade de medida de peso de 16 onças, equivalente a 459 gramas.