Avisos

LINHAS DIRETAS

Apoio ao Cliente
212 726 001
Dias Úteis (8H30-17H30)
Comunicação de Leituras
212 726 101
24 Horas
Roturas na Via Pública
800 205 712
24 Horas
Piquete
212 726 161
24 Horas
« Voltar

SMAS de Almada inauguram “Remodelação da ETAR de Valdeão”

Os SMAS de Almada inauguraram, a 7 de outubro, a "Construção e Remodelação das infraestruturas da Estação de Tratamento de Águas Residuais de Valdeão", correspondente a um investimento de 1 milhão e 100 mil euros.

Da intervenção realizada resulta um aumento do nível de tratamento efetuado. A ETAR, que trata as águas residuais do Hospital Garcia da Orta, passou a dispor de desinfeção UV do efluente final. Permite ainda corresponder ao aumento do volume de águas residuais previsto na sua área de influência, com a execução do Plano Almada Poente e aos requisitos de proteção do ambiente, de promoção da eficiência dos recursos, às exigências da Diretiva das Águas Residuais Urbanas (DARU) sobre descargas.

Na cerimónia, que teve a abertura e receção musical do coro dos SMAS "Vozes d´Água", seguida do descerrar da placa de inauguração e de visita às instalações, estiveram presentes o Presidente da Câmara Municipal - Joaquim Judas; o Presidente da Assembleia Municipal de Almada – José Manuel Maia; o Presidente do Conselho de Administração dos SMAS de Almada - José Gonçalves; o Vereador e membro do Conselho de Administração dos SMAS de Almada – Rui Jorge; o Diretor Delegado dos SMAS de Almada – Carlos Sousa; as empresas  projetista; construtora e de fiscalização da obra, os trabalhadores, entre outros convidados.

Carlos Sousa, Diretor Delegado dos SMAS de Almada referiu que a ETAR de Valdeão recebe um efluente muito específico, proveniente do Hospital Garcia de Orta e não tendo sido uma infraestrutura construída de raiz pelos SMAS, há 20 anos, foi desde logo rececionada e gerida pelos Serviços que a tornaram operacional e capaz de responder às novas exigências e boas práticas.

O Presidente do Conselho de Administração dos SMAS de Almada, José Gonçalves, agradeceu e saudou todos os presentes nesta importante cerimónia" para os SMAS de Almada e para a população, porque qualifica a nossa intervenção" referiu. Deixou uma palavra à empresa construtora pela resposta demonstrada, num contexto atual de grande dificuldade no país e, em simultâneo  pela capacidade de qualificar e modernizar as instalações, mantendo o seu funcionamento. "Numa ETAR não controlamos o que chega nas águas residuais, mas temos de tratar, garantir a operacionalidade e responder em permanência".

Embora de menor dimensão, comparativamente às restantes do município, a ETAR de Valdeão trata um efluente de grande exigência (hospital), e os SMAS pretendem usar este equipamento para pesquisas, estudos e investigação em parceria com o meio Universitário. "Este é um investimento muito avultado nas melhores técnicas, equipamentos e tecnologias mais atuais para tratamento das águas residuais, suportado pelos SMAS, mas que aguarda a resposta da candidatura apresentada aos fundos Comunitários POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, que permitirão avançar para a segunda fase de intervenção prevista  - emissário e construção de estação de lavagem das viaturas municipais a partir da água tratada". Terminou lembrando que os SMAS de Almada estão com cerca de 20 milhões de euros de obras em curso, cujo objetivo maior é melhorar a operacionalidade dos Sistemas e que integram os planos estratégicos de água e de drenagem.

O Presidente da Câmara Municipal de Almada, Joaquim Judas, deu os parabéns aos SMAS de Almada, que inauguraram mais um equipamento e irão brevemente inaugurar também a ETAR da Quinta da Bomba. Grandes e importantes obras para o município e para o país. Saudou a Administração e as equipas de técnicos pela ambição e grande obra para o município e país, pela qualidade no tratamento feito ao "produto águas residuais" e pelas preocupações ambientais. Apesar das pressões aos serviços de águas e saneamento prova-se, em Almada, que a gestão pública é eficaz. É para construção de um futuro melhor que tratamos o ambiente nesta área do saneamento e das águas residuais. "O que os SMAS de Almada estão a concretizar é de enorme importância para o progresso e a qualidade de vida dos Almadenses, com plena responsabilidade de fazer sempre melhor."