Avisos

LINHAS DIRETAS

Língua Gestual PortuguesaApoio ao Cliente
212 726 001
Dias Úteis (8H30-17H30)
 
Comunicação de Leituras
212 726 101
24 Horas
Roturas na Via Pública
800 205 712
24 Horas
Piquete
212 726 161
24 Horas
« Voltar

Sabe quantos litros de água gasta por mês?



O cálculo de conversão é simples: 1 m3 = 1000 l (litros de água).

No verso da sua fatura, gráfico "Histórico de Faturação" encontra o número de m3 (metros cúbicos) indicado em cada mês, multiplicando-o por 1000 (mil) pode obter o total de litros correspondentes.

Num exemplo prático imagine que, no mês de janeiro, o gráfico indica 12 m3 de água faturados.
12 m3 x 1 000 l = 12 000 l (ou seja corresponde a doze mil litros de água nesse mês).

Assim, quanto maior for o número de m3 indicados em cada mês, mais são os "milhares" de litros de água que está a utilizar e logo, maior será o escalão de consumo em que se insere e os respetivos valores a pagar, conforme define o tarifário.

Este gráfico "Histórico de Faturação" apresenta em m3 (metros cúbicos) a evolução dos consumos de água faturados nos últimos 13 meses. Indica ainda o gasto de água médio diário em € (euros), calculado entre as duas últimas leituras reais.

Permite aos consumidores estar a par dos seus consumos de água e avaliar os seus gastos, para assim poder adotar hábitos de poupança quotidianos, que levam a padrões de consumo mais económicos e ambientalmente mais sustentáveis.

Recentemente, algumas entidades gestoras de serviços de abastecimento do país optaram pela indicação dos litros de água, em substituição dos metros cúbicos, nas faturas enviadas aos clientes.
Esta é uma alteração que não origina qualquer impacto ou alteração no valor das faturas, resulta de uma recomendação do Governo, sendo apenas um meio alternativo de mostrar aos consumidores qual o seu consumo de água e de procurar sensibilizar a população para a poupança e uso responsável deste recurso natural escasso – água.

A ONU definiu como ideal 110 litros de consumo de água diárias por habitante. Em Portugal esta média diária de consumo é de 187 litros de água por habitante, superior ao definido como aceitável.