Avisos

LINHAS DIRETAS

Língua Gestual PortuguesaApoio ao Cliente
212 726 001
Dias Úteis (8H30-17H30)
 
Comunicação de Leituras
212 726 101
24 Horas
Roturas na Via Pública
800 205 712
24 Horas
Piquete
212 726 161
24 Horas
« Voltar

Dureza da água, o que é?

Frequentemente ouvimos dizer que a água distribuída no concelho de Almada é predominantemente "Dura", mas o que significa e no que se traduz a dureza da água?

A dureza da água reflete a presença de sais insolúveis, nomeadamente: de cálcio e magnésio, em concentrações nutricionais benéficas para o homem (estrutura óssea e muscular) ou ainda de bário; ferro; manganês; estrôncio e zinco, geralmente na forma complexa.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a dureza da água é determinada segundo a concentração de carbonato de cálcio (CaCO3) e pode ser expressa em mg/L. Existem outras formas de apresentar a dureza, usadas por alguns fabricantes de eletrodomésticos, para os quais há tabelas de conversão.

Em geral a água de origem subterrânea (furos), como a que é distribuída no nosso Concelho, é mais dura que a água de superfície. Deve-se ao contacto com as formações geológicas que atravessa no subsolo, que por outro lado a torna numa água equilibrada e naturalmente purificada por essas camadas. A dureza varia ainda com as características geomorfológicas.
 
Toda a água distribuída no Concelho é submetida a análises rigorosas, sendo a dureza total um dos mais de 50 parâmetros analisados no âmbito do Programa de Controlo de Qualidade da Água para Consumo Humano dos SMAS de Almada. Os resultados obtidos comprovam que respeita os valores legais do "Decreto-lei 306/2007 de 27 de agosto alterado pelo Decreto-lei 152/2017 de 7 de dezembro, que recomenda uma dureza total entre 150 e 500 mg/L de CaCO3.

Conheça através do mapa o grau de dureza da água na sua zona de abastecimento/freguesia e consulte aqui os Resultados da Qualidade da Água, também disponíveis em edital, nos locais de atendimento.